Dicas

Oficina de Café Filtrados no Gazzetta Café

Para quem colocou nas resoluções de 2017 que quer se aventurar mais na gastronomia, nossa dica de hoje é aprender um pouco mais sobre café com as oficinas oferecidas pela Gazzetta Caffé, em Cabo Branco.

Nós fomos convidados pelo Leandro Tavares para participar da Oficina de Cafés Filtrados, com objetivo de ensinar a manipular diversos métodos de preparação de cafés especiais e avaliar os diferentes sabores que cada um proporciona à sua bebida (sim, faz muita diferença e só notamos isso durante o curso).

oficina-de-cafe-em-joao-pessoa-gazzetta-cafe-tecnicas-para-peneirar-cafe

Aprendemos cinco métodos diferentes na oficina da Gazzetta Caffé e vamos falar brevemente sobre eles. A Prensa Francesa, já conhecida nossa, dá um sabor mais acentuado ao café, além de ser ecológica por dispensar o uso de filtros de papel. Este fenômeno ocorre pelo fato de ela utilizar um filtro de metal, sendo assim os compostos presentes no café, que saborizam a bebida, não são absorvidos pelo filtro e, assim, ocorre uma melhor difusão destes componentes na água quente, chegando o máximo de sabor nas nossas xícaras.

O Aeropress lembra uma seringa e o método de preparo também é similar. O filtro de papel é colocado na base e o café, numa moagem média/fina, é adicionado no reservatório cilíndrico e infusionado por aproximadamente dois minutos. Com a pressão na “seringa”, o café é peneirado e forma uma crema, como se fosse um espresso.

O Hario V60 é um porta filtro que permite usarmos a tradicional técnica de coar o café, como nossas avós faziam antigamente e muitos preparam religiosamente todas as manhã. O café coado resulta em uma bebida sem resíduos e com todo o aroma e saber que o grão pode proporcionar.

Além desses também aprendemos os métodos Sifão e Chemex. Todos os processos utilizados possuem uma granulometria específica para obtenção de um melhor resultado em diversos aspectos diferentes, como sabor, textura e aroma. Além disso, cada técnica tem sua peculiaridade na preparação e por isso acaba por ter tem uma gama diferenciada de propriedades mesmo utilizando o mesmo grão. Fora as técnicas, outro ponto que foi destacado foi saber diferenciar os diferentes tipos de grãos que são normalmente comercializados em supermercados, sendo eles os grãos comuns, gourmets e especiais, sendo este último utilizado em todo o curso.

oficina-de-cafe-em-joao-pessoa-gazzetta-cafe

Foi impressionante para nós aprendermos tudo isso, pois vimos que café vai mais além da gastronomia e acaba englobando a ciência e a arte ao mesmo tempo. Para amantes de café é um curso bastante interessante, pois sua visão muda muito a respeito do assunto e, além disso, o empresário transmite o “conteúdo” de uma maneira apaixonada, extremamente didática munido a anos de experiência.

Para quem deseja ir além, a Gazzetta Café abriu um curso de barista para iniciantes, ministrado pelo Leandro Tavares. Serão 16 horas de curso divididas em 2 dias. Das 8 às 17:00hrs com 1 hora de intervalo pro almoço. Você vai aprender a manusear todos equipamentos de barista e suas competências necessárias para ser um bom profissional. Mais informações pelo email liobarista@gmail.com

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply